domingo, 30 de novembro de 2008

Meu primeiro meme (ou seja lá o que for isso)

(Não, ninguém me pediu nem me passou nada. É que eu não tenho mesmo o que fazer. Pelo menos, não hoje. :)

Então lá vai essa coisa totalmente inútil:

Eu quero: Escrever um livro algum dia. E comprar uma chácara pro papai.

Eu tenho: a sorte de ter uma familia maravilhosa e sempre conhecer pessoas maravilhosas.

Eu gostaria de ter: Uma casa no Lago di Como

Eu gostaria de não ter: que conhecer pessoas ruins, manipuladoras, egoístas e materialistas ao extremo

Eu acho: que a segunda melhor coisa que fiz na vida foi ter me divorciado. A primeira foi ter engravidado

Eu odeio: gente falsa e mentirosa

Eu sinto saudades: da minha filha, da minha familia, da faculdade, do projeto 'mediação da informação', dos meus amigos e das matérias que estudava na facul. (Eh... eu adoro estudar)

Eu faço: Tudo que posso, tudo que quero e tudo que me faz bem

Eu fiz e não faria de novo: Comprar um negócio falido

Eu fazia e deixei de fazer: Me importar com o fato das pessoas se incomodarem com a forma como me visto

Eu escuto: Música de vez em quando. Gosto mesmo é de não escutar nada. Gosto do silêncio

Eu arrependo-me: de muitíssimas coisas

Eu amo: muita gente, muito facilmente (exceto homens!!)

Eu sinto dor: Odeio sentir dor

Eu sinto falta: de jantar no Ru, de andar pela Uel, de fazer trabalhos da faculdade (tá bom, eu confesso: eu sou uma nerd enrustida)

Eu sempre: Tô rindo

Eu não fico: Sem salada

Eu acredito: Em Deus, no amor e que ainda existem pessoas boas.

Eu danço: Quando estou empolgada

Eu canto: Mal pra car@##*!!!

Eu choro: Quando as pessoas me magoam

Eu escrevo: Um monte de besteiras

Eu ganho: Desenhinhos das crianças que tomo conta. Adoro!

Eu perco: Brincos como se fossem balas. Raramente tenho mais que um par ao mesmo tempo. Na verdade, raramente consigo ter um par de brincos por mais de uma semana.

Eu nunca: mais contei calorias :)

Eu não consigo: Dobrar lençóis e toalhas direito

Eu estou: Contente com a minha vida

Eu sou: Feliz

Eu tenho esperança: De poder dar a minha filha tudo que ela precisar

Eu preciso: De atenção dos meus amigos e das pessoas que amo.

Eu deveria: Deixar de falar como a Sandy (ARGH!).

Nenhum comentário:

By Gisa