quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Giornata

Hoje eu acordei, tomei um copo de chà gelado, tomei banho e fui na padaria comprar pao, depois no mercado comprar àgua, laranja, abòbora, mussarela e chà. Depois fui no chinesao comprar caixas. Custava muito caro: 5 euros por caixa*. Entao comprei uma sò e fui na loja de eletronicos procurar um ferro de passar, porque o meu estragou. Do lado da loja que vende ferro, maquina de lavar, televisao, playstation, livro e geladeira tem uma loja de "faça voce mesmo". Ali tem tudo: de flores a cimento. Entao entrei procurando caixas. Achei as caixas a um preço muito menor: 2 euros e noventa centavos. Que raiva! Vontade de voltar no chinesao e devolver a caixa (menor) que comprei por um preço maior. Mas o chinesao nao ia devolver meu dinheiro, sò me faria um vale: e depois ia me servir de que? Sò pra gastar com mais coisas chinesas caras e inuteis. Entao comprei  2 caixas na loja "faça voce mesmo" e depois continuei minha saga: Achar um ferro de passar decente por menos de 50 euros. Mais duas lojas e achei um Philips meaboca a 44 euros. Tà bom. Deixei o ferro ali (porque sò vou comprar o ferro à noite, com o Henry) e voltei no chinesao, dessa vez pra comprar uma peneira. Sim, porque me lembrei que precisava de uma peneira. Procurando a peneira achei outras caixas, no meio da loja, embaixo de um grande cartaz: "OFFERTONE". A caixa era do mesmo tamanho da que eu tinha comprado na loja "faça voce mesmo", mas custava 2 euros. Quando a gente è burra, è burra e pronto. Nao basta ter carro pra procurar as melhores ofertas, è preciso ter cèrebro tambem. Eu tenho o meu, mas estava usando 95% dele pra dirigir (tirei carteira), entao fica dificil usar os 5% restantes para fazer TODAS as demais coisas. Paguei a peneira e voltei pra casa. Comi um pedaço de pizza que tinha comprado na padaria, preparei pratos no CafèMania do Orkut, fiz comentarios no facebook dos amigos (que vao me ignorar, como sempre) e saì para ir ao apartamento vizinho, onde mora uma calabresa que no momento està sendo minha cabeleireira. Queria avisar que comprei a tinta para cabelo e que podemos marcar a data para pintar. No caminho achei a Senhora Silvana, que tambèm mora no prèdio e me pediu para ajudà-la a segurar algumas chaves (??). Ela estava com umas 50 chaves na mao, segundo ela, procurando qual delas abria o portao da garagem (para o qual ela tem um controle remoto - mais uma vez: ????). Enquanto eu segurava as chaves ela me disse que a senhora do 301 è costureira e perguntou se eu nao tinha nada pra consertar. Lembrei de uma calça do Henry que tà com um furao bem ali, voces sabem... (mas caso nao tenham entendido eu quis dizer na bunda, mesmo). Coloquei todas as 48 chaves (atè o momento ela tinha testado duas) no chao e fui em casa procurar a calça rasgada do Henry em algum lugar do nosso apartamento. Achei-a-a em meio a 247 peças de roupa sem passar massarocadas no armario (o ferro quebrou, lembram?). Voltei atè a senhora Silvana com a calça na mao e ela me mandou ir logo na senhora do 301 porque dali a pouco o filho dela (da senhora do 301) ia pra escola e ela nao sabe falar uma palavra de italiano. Me embreiei nos labirintos do predio e fui parar por engano na casa do Senhor Stevanato, que me contou, orgulhoso, que tinha acabado de chegar da praia. "Sei matto! (Voce è louco)", eu respondi - porque fazem 25 graus -, mas ele disse que eu to parecendo mais velha que ele, que tem 60 anos, uma filha de 40, quatro netos e vai tomar banho de mar mesmo com 17 graus. Eu bem que pensei em explicar que vinha de um pais tropical mas, preferi passar por velha e escapar antes que ele começasse de novo a contar quantas horas de academia faz por dia. Achei a Senhora do 301 e expliquei ao filho dela o que eu queria que fosse feito com a calça, ela fez um gesto com a mao mostrando que tinha entendido e a unica palavra em italiano que falou foi "va bene". Vamos ver o que vai dar. Depois de tudo isso fui, enfim, ao apartamento da calabresa, que disse poder pintar meu cabelo "giovedì" (quinta-feira). Estava jà indo pra casa quando lembrei que tinha que falar à Senhora Silvana que quero ir com ela à proxima reuniao de "Just" na casa de sua amiga, na sexta-feira pròxima. Voltei ao portao do prèdio e -graças à Deus- ela jà tinha achado a chave. Me fez colocar a chave certa em um chaveiro e depois saiu apressada para algum lugar, que nao lembro onde. Nem lembrou de dizer tchau. Eu voltei pra casa e antes que pudesse tomar um copo de chà, o Henry chegou do trabalho, bravo porque tinha se desentendido com o pai (de novo). Comemos um outro pedaço de pizza (caso nao tenham reparado aqui as pizzas funcionam como "janta/almoço/cafè-da-manha/lanche-da-tarde") e fomos encontrar os sogros, para ver mais uma casa. No caminho descobrimos que a luz traseira do carro queimou. Mesmo assim fomos ver a casa, depois fomos comprar o ferro de passar, depois voltamos pra casa, o Henry foi entao pra academia e eu fui passar uma camisa pra ele usar amanha. Fiz janta (carne com batatas), jantamos, o Henry foi trocar a lampada do carro e à meia-noite entramos em casa. O Henry se jogou no sofà e eu estou aqui, terminando este post estupido porque nao tenho nada de mais interessante para contar.
Agora voces podem respirar.
Eu vou tomar mais um copo de chà gelado, que eu to meio que precisando.
Bjocas
Fui.

* Ah, as caixas em questao sao caixonas de papelao, destinadas a armazenar as roupas que a gente nao vai mais usar atè o pròximo verao. O mesmo se faz quando acaba o inverno. As caixas vao colocadas em cima do armario ou embaixo da cama. Todo italiano faz isso, do contràrio os nossos armarios nao fechariam (porque aqui no inverno se usa muito casacao, que ocupa muuuuuito espaço). Nao sei se deu pra voces entenderem, se nao deu, me deem um desconto porque sao duas e meia da manha e eu jà tinha atè desligado o computador quando lembrei que nao tinha explicado pra que serviam as caixas. Nao voltei aqui por prepotencia, mas porque eu odeio quando leio blogs que nao explicam bem as coisas e... afff, chega. vou dormir.

Um comentário:

chris mazzola disse...

Affff..
canseira só de ler!
Legal saber das caixas!! hahaha Estava mesmo curioso em descobrir como e para que servia a tal caixa adquirida no chinesao! rs

By Gisa