domingo, 15 de janeiro de 2012

Quem manda nessa p* aqui.

A soluçao para a crise italiana è muito simples: eh sò colocar um imposto megagalatico sobre as importaçoes. Isso faria com que as grandes industrias parassem de importar produtos da China e passassem a fabrica-los na Italia, gerando empregos e renda.

Quando cheguei a essa conclusao a pergunta que nao queria calar era..."por que o presidente italiano nao faz isso?"

Eis as respostas:

1. O presidente da Itàlia nao faz isso porque ele nao tem poder nenhum. Ele tem sò o tìtulo de presidente mas nao manda porcaria nenhuma. Praticamente è um velho gagà de 80 anos que ganha cerca de 30.000 euros por mes pra nao fazer absolutamente nada. Alèm dos 30.000 euros limpinhos por mes, ele tambèm nao paga passagens aèrias, ferroviàrias, nàuticas, nao paga entrada em cinemas, museus e teatros (assim como TODOS os politicos italianos, sem excessao). Entao, resumindo, o babacao ganha um "saco de soldi" e nao tem autoridade pra fazer porra nenhuma.

2. Entao quem manda nessa porra aqui? Quem manda nessa m... è o "Presidente do Consiglio" (nao sei se è assim que escreve e nao me importo), que antes era Berlusconi e agora è Monti. Mas Monti nao manda sozinho, ele sò pode fazer o que os parlamentares autorizam. Entao, na verdade, quem manda na Italia sao os parlamentares... certo? Errado.

3. Quem manda de verdade na Itàlia è a CONFINDUSTRIA, que è quem financia os parlamentares, que sao marionetes, ou burros telecomandados por esta.

4. Quem è a porra da CONFINDUSTRIA?

A CONFINDUSTRIA è a associaçao de industriais mega-extra-ultra bilhardàrios (como o grupo Versace, os froxos Dolce & Gabbana, Armani, etcc.) Esses "queridinhos" da elite pagam $0,50 dòlares por um terno feito na China, com mao-de-obra escrava, e depois importam para a Italia, colocam as etiquetas e os botoes (esses feitos na Italia) e escrevem "Made in Italy. Isso è possìvel porque os parlamentares (comandados pela COLFINDUSTRIA) criaram uma lei que diz: "Um unico item italiano em um artigo importado autoriza a industria a declarar "Made in Italy". Sacou? Voce paga $750 dòlares por um terno Dolce & GAbbana achando que è feito na Italia mas na verdade foi feito na China, e os froxos Dolce & Gabbana ganham $749,50 dòlares às suas custas. Eh por isso que no verao, enquanto milhares de pais de familia italianos vao à Caritas(*) pedir comida, esses dois froxos passeiam com o seu iate pela costa italiana.

Entao... bastaria aumentar a taxa de importaçao para que esses filhos da mae fabricassem seus produtos na Italia, gerando renda e emprego a milhares de italianos. Mas isso nunca vai acontecer, jà que na verdade sao eles que autorizam as leis, atravès dos parlamentares.

Ao invès de aumentar a taxa de importaçao (que hoje è praticamente inexistente), Monti aumentou os impostos de tudo: Carro, casa, comida... enfim, tudo. Ele tambèm reduziu as aposentadorias e em um breve perìodo vai aprovar uma lei que tornarà mais fàcil demitir um funcionario.

Ou seja, ao invès de atingir quem tem dinheiro de verdade, ele tà f** cada vez mais o povo. E o povo nao faz nada, sò reclama.

Aì qualquer ser racional chega a terrìvel conclusao: desse jeito a crise italiana nao vai passar nunca, pois recebendo menos e pagando mais impostos as pessoas vao consumir cada vez menos, as empresas vender casa vez menos, em consequencia produzir menos e no final isso vai gerar ainda mais desemprego. Os desempregados vao consumir ainda menos, as empresas que restaram vao produzir menos ainda e mais gente vai pro olho da rua.

Nao precisa ser um genio pra enteder isso.

E o povo? O povo fala mal, resmunga... e sò.

Assim caminha a estùpida Italia.
..............................

(*): CARITAS è uma associaçao da igreja catòlica que distribui cestas bàsicas. Atè poucos anos atràs as Caritas ajudavam sò os imigrantes, mas a medida que os meses passam, o numero de imigrantes diminui e cresce absurdamente o numero de familias italianas que dependem dessa associaçao para comer.

PS: Sei que peguei pesado nos palavroes, mas è que a minha revolta è grande.

PS2: E eu que reclamava dos politicos brasileiros!!

2 comentários:

Cristiano disse...

Li uma vez que aumentar o imposto é algo que esta sendo cogitado em toda a europa, mas isso vai acarretar em um efeito domino, a italia vai aumentar ai a franca aumenta, proxima é a alemanha. E o mercado interno nao vai aguentar sustentar o pais de origem.

Uma vez perguntei para um filho de alemao sobre a crise na familia dele que era de classe media alemã. E ele disse... Queria ta quebrado igual a eles.

Isso acontece ai na Italia?

Gisa disse...

Aqui nao, aqui a crise tà feia. Mas a Alemanha nao està em crise, a Alemanha seria - segundo os parlamentares italianos - a soluçao para a crise europeia, porque è a ùnica naçao a ter condiçoes de investir na Uniao Europeia. Mas a Alemnha nao quer saber de afundar junto com a Uniao Europeia... e faz bem. A soluçao è uma sò: aumentar a taxa de importaçao sobre os produtos confeccionados. Mas a CONFINDUSTRIA nao vai deixar. Em entrevistas, autoridades militares jà declararam que se o povo fizer uma revoluçao as milicias ficarao do lado do povo. E aì eu me pergunto: o que esse povo tà esperando?? Nada. Eh que aqui na Italia tudo acaba em Pizza (enquanto os italianos tiverem dinheiro para comer uma).
Aqui tem uma materia que fala sobre a pressao que a Uniao Europeia està fazendo sobre a Alemanha: http://www.corriere.it/economia/11_settembre_23/tremonti-germania_efb34748-e5ff-11e0-b1d5-ab047269335c.shtml

Byeee...

By Gisa