quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Desabafo ou... meus cromossomos alemaes.

Gostaria que Monti tivesse o mesmo fim que Biagi. Marco Biagi. Ele jà morreu, mas foi tarde demais. Deveriam ter assassinado ele antes, muito antes. Obviamente quem o assassinou està atràs das grades, cumprindo prisao perpètua, sendo chamado de "terrorista". O terrorista nao foi o assassino, o terrorista foi Biagi. A morte foi violenta, mas foi a uma pessoa sò. Em compensaçao, o mal que Biagi criou continua matando pessoas atè hoje. Mata jovens recem formados que se suicidam por nao conseguir trabalho, mata pais de familia que enlouquecem por verem seus empregos serem tomados e serem dados a pessoas sem nenhuma experiencia, a baixo salàrio e sem contrato... Mata pais que se suicidam depois de verem seus filhos se formarem na Universidade e estarem 15 anos esperando por um contrato de trabalho... que nunca chega. Isso porque as empresas podem ter trabalhadores especializados sem dar a eles nenhum contrato, nenhuma segurança, nenhum 13° salario, nenhuma fèrias. Exatamente como Biagi idealizou. Ele sim foi um terrorista. Mas talvez seja o meu modo de ver as coisas que sejam distorcidos, nao sei. Talvez seja a frieza que herdei de minha avò alema, sei là. Mas realmente acredito que deveriam ter matado Biagi antes. Antes que ele criasse a lei que permite esse tipo de coisa.

Admiro as pessoas que cumprem prisao perpètua por seu assassinato. Eh preciso ter coragem para fazer justiça com as pròprias maos, principalmente na Italia, onde o simples fato de fazer protesto significa ser terrorista. Basta ver o caso de Cesare Batisti. Sim, creio na inocencia de Batisti - mas sò porque sou uma pessoa bem-informada e ao contrario de 95% dos italianos, nao condeno ninguem sem ter certeza de sua "colpevolezza". Li a sentença de Batisti (que està disponivel online), e descobri que nao existe nenhuma prova contra ele. Existe sò o depoimento do "chefao" do partido ao qual ele participava; chefao que, aliàs, foi o idealizador dos crimes pelos quais Batisti foi condenado.

O que mais me aterroriza è ver que este "depoimento" (em troca do qual o chefao ganhou o perdao do Estado) nao diz que Batisti puxou o gatilho (quem puxou jà està atràs das grades), mas diz somente que Batisti participou das reunioes do partido.
Entao...
1. O correto nao seria perdoar os "peixinhos" para pegar o peixe grande? Porque o "peixinho" foi condenado em troca da liberdade do chefao? Nao tem alguma coisa errada aì, nao?
2. Se a condenaçao foi por Batisti participar das reunioes do partido... entao, afinal de contas, ele era um militante... logo... exilado politico... ou nao?

Mas enfim, a discussao Batisti è muito complexa, seriam necessarios posts e mais posts para discutir cada detalhe da sua setença (45 paginas, todas lidas por mim).

Vou deixar Batisti de lado e voltar à razao desse post: Monti.

Agora Monti quer acabar com a "legalidade do diploma". Ou seja, a pessoa estuda a vida inteira para se formar na Universidade e depois... descobre que o diploma nao vale pra nada.

Entao... Os cristaos fervorosos que me perdoem, mas do fundo da alma eu REALMENTE desejo que Monti tenha o mesmo fim que Biagi. Estou errada? f...da-se. Realmente nao me importo. Se acontecesse, seria algo que me deixaria... nao digo "feliz", mas com certeza aliviada. Quem sabe quantas burradas mais esse imbecil poderà fazer??

O problema è que mesmo que algum virtuoso decidisse abrir mao de toda sua vida, a ser passada em uma prisao, em troca de saber que fez um grande bem para a humanidade (ao menos para alguns humanos italianos), esse virtuoso cidadao provavelmente chegaria, como no caso de Biagi, tarde demais.

Pronto, falei.
160 kilos mais leve. 160 kilos mais leve, gente. O que seria de mim sem essa coisa que alguns chamam de blog!

5 comentários:

Luana disse...

como aquele senhor que deu umas bengaladas no Ze Dirceu...

Nao conhecia nenhuma das pessoas que vc citou, nao a fundo. Voce nao tem a ideia de que o Brasil eh uma grande italia as vezes? Chico estava errado, nao somos um imenso Portugal

Cristiano disse...

Pera ai... esta querendo acabar com o diploma? o que vale é o cv?
Como assim?!??

Gisa disse...

Em teoria ele diz que os empregos devem ser conseguidos por mèrito, nao por estudo. Em pràtica, ele sò quer ajudar os filhinhos de papai, que depois da lei nem precisarao mais se formar na universidade. Filhinhos de papai na Italia sao geralmente filhos de politicos e conseguem bons empregos atravès da recomendaçao do papai. A maioria dos cargos exige diploma universitàrio... mas se Monti aprovar essa lei, nem estudar esses playboyzinhos precisarao mais.
Para esclarecer, aqui na Italia vivemos ainda no periodo do "coronelismo", do "nepotismo", enfim... 99,9% das vagas publicas sao preenchidas, nao atraves de concurso, mas de recomendaçao.

Cristiano disse...

Nossa... estranho isso. Mto estranho. :/

Gisa disse...

Tenho que parar de ler jornais. E de ver telejornal. E de ler noticias pela internet. O que està acontecendo com o mundo???

By Gisa