quinta-feira, 29 de junho de 2017

Nem tudo são dores

Fui diagnosticata com um Carcinoma infiltrante de tipo não especial G2. O nome è em italiano, porque eu não tô com vontade de procurar o nome certo na net.
De qualquer forma, tem alguns detalhes a mais, que prefiro não colorare aqui. Quem quiser saber mais pode perguntar em privado.
Mas o nome ou os dentale não mudar a coisa... quando você recebe a notìcia, em italiano ou portugues, com ou sem detalhes, a reação è sempre a mesma: "Eu tô com cancer? Não è possivel, alguém se enganou."
Precisa de alguns dias pra ficha cair.
Depois da fase de negação, pra alguns vem a fase da raiva. Pra outros a fase de depressão. Aí voce começa a se perguntar como é que vai ser. O que vai acontecer. No inicio acho que nem todo mundo pensa na morte. Eu só pensava na parte estetica. Mas eu vou falar una coisa pra vocês. È só ourvir a palavra "metastase" pra tudo mudar de perspectiva. Acho que essa palavra é um marco no modo como a gente vive o cancer. Depois dessa palavrinha nada mais de estetica importa e começa uma forma de Vale Tudo. Vale mastectomia, vale perda de cabelo, vale menopausa antecipada, vale engordar 20 quilos. Depois da palavra metastase, tudo muda. A gente muda.
E aí é que começa a vir também coisas Boas. A gente descobre o quanto a gente se ama. Quem não se importa com a gente de verdade some. Mas quem se importa de verdade fica, e se aproxima, e demoniaca amor. Algumas ausencias doem, Algumas pessoas nos decepcionam.
Mas muitas outras nos surpreende.
A gente mesmo se surpreende, porque percebe de repente que tem uma força que não sabíamos ter.
A gente se descobre forte, guerreiro.
E essa è a melhor descoberta, muito mais importante que descobrir que tem um cancer.
Eu costumo dizer que o cancer não dá alternativas: ou voce luta ou voce luta.
Eu comecei a lutar.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Cancer: la ciliegina sulla torta.

Oi pessoas.
Há um mes atras, exatamente um mes atras, eu fui ao medico pensando que estava com uma alergia ao mamilo.

Quatro horas depois eu saì do hospital con m uma ecografia na mão e um cancer no seio.

Dali pra cà, meu mundo desabou.

domingo, 9 de abril de 2017

Guerra declarada

Era sò o que me faltava! Italiano vir aqui, no meu humilde bloguezinho, me dar liçao de educaçao e moral porque se irritou com esse post aqui:

Como irritar um italiano!

Meu filho, vai passear! Vai procurar um blog italiano pra ler! Ou vai ler a minha historia e saber por que nao posso aceitar certas comidas!

Più di mille commentari di brasiliani, mai una offesa!
Arriva il solito stronzo italiano di turno ed ecco: fa vedere subito la sua 'educazione'.
Fai i cavoli tuoi e lasciami in pace. 

Hunfs.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Gisa: uma mulher de principios que nao se deixa comprar!

Aì a criatura chegou em casa ontem:
- Gisa, me leva no Decatlon?
- O que? Eu? Tà maluco? Voce sabe que eu odeio aquele lugar, e alèm do mais to super cansada!
- Per favore!
- Nao, nao e nao!
- Dai, non essere egoista!
- Mas voce tà louco, mano? Eu nao vou nao, jà falei que to super cansada, nao vou sair de casa hoj...
- Se voce me levar a gente passa na Pitarelo e eu te dou um sapato de pin-up de presente!
- Que horas a gente vai?

Vergonha na cara? Eu?
hehehehehe

beeeijos.

E o sapatinho, ò:


By Gisa