quarta-feira, 12 de setembro de 2012

O barraco surreal da italianada

Gente do cèu! Um CAOS no meu condominio hoje!

Voces lembram dos vizinhos venezianos? Os meus 'distintos senhores venezianos' como eles mesmos se entitulam? Entao! Eles mesmo... olhem que confusao...

Vamos ao causo:

Eram 9 da noite, o Henry tava na academia e eu estava fazendo janta quando escutei GRITOS. Fiquei quieta pra tentar escutar o que tava acontecendo e conheci a voz do vizinho veneziano. 

Nem liguei, ò... o veneziano grita, grita, grita o tempo todo! 

Ele grita ao telefone, grita com a mulher (ou 'la putana' como a chamam os vizinhos - isso porque o veneziano grita o tempo todo coisas do tipo "è assim que voce me ama? Que amor è esse que voce diz que me ama e deixa os outros homens passarem a mao em voce?"), enfim, grita com todo mundo. Foi por isso que quando eu escutei a voz dele eu nem tchuns... 

Aì eu escutei uma mulher gritar:

- Nao vai se pendurar naaaaaaao! Pelo amor de Deus desce daì!!!

Pensei que fossem os filhos da mulher do veneziano, que de vez em quando aparecem por aqui e DERRUBAM o predio... mas nao, nao eram os filhos dela.

Continuei fazendo janta atè que escutei:
- Eu to gravida, eu nao posso ficar nervosa, e hoje eu to nervosa o dia todo, chega de ficar gritando no telefone, vai embora!!

Aì eu fiquei curiosa... "A mulher do veneziano tà gràvida? Como assim?"
Aì como ele nao parava de mandar ela tomar naquele lugar, eu resolvi sair porque... em briga de marido e mulher nao se mete a colher mas... gente, mandar mulher gravida tomar naquele lugar è uma coisa que eu nao admito!

Saì de mansinho e quando olho pra cima, a supresa: a gràvida em questao nao era a mulher do veneziano, mas a vizinha do primeiro andar - que està tenando engravidar hà tres anos e jà teve dois abortos! Virei o bicho:

- Ei! Ela nao te falou que tà gràvida? Pàra de gritar, ela nao pode ficar nervosa!!!!
- Foi ela quem começou a me agredir!

Nisso a gravida começou a gritar:
- Daaaaaai Rony, è o dia inteiro que esse imbecil grita ao telefone... nao aguento mais! Sao dez da noite, eu quero dormir e esse cretino gritando!!

E o veneziano começou a se defender:
- Engraçado, porque è SOH a senhora que eu incomodo!

E eu:
- Como assim?? Voce incomoda todo mundo, cara! O dia inteiro nesse telefone gritando feito louco e brigando com sua esposa! Todo mundo escuta voces!

O veneziano ficou surpreso. Entao baixou o tom de voz e começou a explicar que era surdo de um ouvido e que era por isso que gritava e bla blabla... Eu jà tava atè ficando com dòzinha quando o vizinho do terceiro andar saiu na sacada e se meteu na conversa:

- Surdo uma ova! Hà duas semanas quando eu tava mudando os moveis voce veio aqui me mandar parar de fazer barulho!! Se voce è meio surdo... entao como o barulho nao te deixava dormir???

Aì o veneziano começou a brigar com o vizinho do terceiro andar e eu - que sei que os italianos costumam brigar por horas e horas e horas sem chegar a conclusao nenhuma - disse que tinha que fazer janta e entrei.

Mas calma gente, fica pior!

Passa uma meia hora e eu saio no jardim pra pegar manjericao e... SURPRESA!! OS italianos AINDA estao brigando na janela... MEIA HORA depois!

Assim que eu saio, o veneziano entra em casa e eu pergunto pra gràvida:
- Tudo resolvido?
- Ele foi abrir a porta para a policia.
- A policia??? 
- Sim, ele chamou a policia porque meu marido jogou um vaso na cabeça dele.

(RECAPITULANDO: O marido da gravida - do primeiro andar - jogou um vaso NA CABEçA do veneziano - no segundo andar!!)

Eu fiz uma cara de abobada  e perguntei "como assim?" tentando recriar a trajetoria do vaso com o dedo... e vendo minha cara de confusao, ela começou a me contar como começou a briga:

- Ele (veneziano) tava gritando ao telefone, è o dia inteiro que ele grita! Aì quando nao aguentava mais eu saì na sacada e gritei "BASTA!!!!" Ele saiu na sacada bravo perguntando quem tinha gritado "BASTA!". Eu disse que tinha sido eu e ele me mandou tomar no forevis. Meu marido escutou, ficou nervoso, veio na sacada tambem e tentou escalar a parede, pra subir na sacada dele. 

Abre parentesis
Nessa hora eu entendi pra quem tinha sido o "Desce daì"
Fecha parentesis

E ela continuou: 
- Quando eu fiz meu marido voltar pra dentro da nossa sacada, ele (marido) pegou um vaso e jogou no andar de cima, o vaso caiu na cabeça do veneziano! Aì o veneziano chamou a policia.

Gente, eu fiquei sem fala. Nem no Brasil eu presenciei uma cena dessas!!
Enquanto eu tentava me recompor um policial saiu na sacada do veneziano e o veneziano falou:

- Ela (apontando pra mim) tambem gritou comigo!

A gravida saiu em minha defesa:
- Ela (eu) sò estava tentando me defender, porque eu estou gravida e ele estava me mandando tomar no forevis.

- Isso è verdade, senhora?
O policial perguntou pra mim, mas quem respondeu foi a vizinha da frente, que tinha acabado de sair na sacada!

- Foi verdade sim... e è verdade tambem que ele grita o dia inteiro, a qualquer hora!

Nisso sai de novo o vizinho do terceiro andar:
- E ele fica gritando palavroes! Quando meus netinhos vem aqui eu tenho que tapar as orelhas deles! E tem outra: ele fica jogando cinzas no jardim daquela senhora ali (eu).

E o policial: 
- Eh verdade isso, minha senhora?
- Sim, è verdade! Ele joga atè bituca acesa! (HAHAHA Vai me ignorar agora, bestao?)

Nisso o veneziano percebeu que a visita da policia estava seguindo outros rumos e gritou ao policial:
- Mas o senhor se lembra por que veio aqui? EU fui agredido!!

E entao o policial entrou com o veneziano pra dentro da casa. 

O Henry chegou bem na hora mas - distraido que sò - seguiu direto para a garagem e NAO VIU o mucovuco.

Eram 11:20 da noite quando eu escutei as vizinhas dando tchau uma para a outra e acho - acho - que a confusao acabou ali.

Eu ainda to chocada. Nunca vi nada igual!

Voces conseguem imaginar a cena?

Todo mundo na janela, gritando, brigando com o veneziano... aì chega o policial e... quando eu acho que o mucovuco vai acabar... o policial vai pra janela tambem... e continua o bate-boca! 



E o policial sò sabe perguntar... "è verdade isso, minha senhora?"
O que que è isso, gente?? Onde eu fui me meter, afinal??

Eta povo loco! Cruz credo!

16 comentários:

Sheyla disse...

Tô chocada!! Parece novela mesmo!! O povo do meu condomínio grita também, mas perto dos seus vizinhos, são calmos como freiras cegas num mosteiro! Boa sorte e tente não ser presa porcarias de vizinhos malucos! Rsrsrsrs
ah! Na Croácia se come muita carne com molhos grossos e fedidos...não me acostumei a isso..tinha tb um frangainho nadando no óleo, uma pizza muito ruim e sempre uma carne de vitelo. No dia que teve churrasco, pensei que fosse tirar a barriga da miséria, mas era hambúrguer e salsicha....ô decepção....bjs

Eliana disse...

Gisa, isto foi impagável HAHAHAHAH Comecei a ler em voz alta pro meu marido escutar também, porque eu comecei a me contorcer de tanto rir que ele queria saber o que eu tava achando engraçado! hahahaha Fico imaginando mesmo a cena...do bate boca da italianada, do entre e sai das sacadas e todo mundo acrescentando algo no furdunço! HAHAHAHAHHA Bjs

Ká Miranda disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk vc nao existe Gisa! Caraca como eu queria morar perto de vc pra ver essas coisas, aqui nesse prédio nada acontece, esses alemaes sao incapazes de fazer barulho..rsrs
Mas o veneziano é marrento hein?? Ainda bem que geral se uniu contra ele,haha

Fica com Deus!!
Beijao!!

Cristina disse...

Menina... tô passada!
Eu nunca vi confusão assim aqui. Nunca mesmo. Agora eu sei que italianos falam alto, mas desse jeito não. Também imaginava que fossem educados kkkk

Enfim, espero que tenham paz agora.

Beijocas

Cambaxirra disse...

Tudo gente doida!!!
E eu achando que meus vizinhos que são anormais...

Flor disse...

lol tô quase desmaiada de tanto rir! Menina, mas que veneziano marrento hein?! E tive que rir da trajetória do vaso do primeiro para o segundo andar! lol Parece novela mexicana! :-) Beijo Gisa!

Cristiano disse...

Parece cena de filme europeu... Italiano claro... huahuahua

Lu D. disse...

kkkkkkkkkkkkkk

Suas histórias são surreais.
Adorei o seu blog, posso seguir vc? beijoss

Mari disse...

Vim aqui pela sua pegada no meu blog e achei LEGAL!!!! Essa história é tão engraçada que ri bastante!!! ADOREI!

Luiza Vieira disse...

Gisa to rindo muito aqui!! hauahaahauaahaa..fiquei imaginando enquanto lia. Dá pra fazer um curta com essa história! Adorei a imagem que você colocou: é a cara da notícia.

Fulana disse...

kkkkkkkk to impressionada! meus vizinhos piemonteses tambem gostam de uma discussao, mas sem desafiar a gravidade!

Neanderthal disse...

Oi Gisa, eu consigo imaginar toda essa cena porque os Italianos que eu conheço são tudo com o sangue quente!
Adoram uma boa briga! Eu não conheço um que seja calmo.

E conta, como as coisas estão por aí agora?
Beijos

Aline Souza disse...

Gisa, que coisa mais doida!! Acho que se no condominio onde moro rolasse algo assim, a policia ia levar todo mundo para a delegacia rsrsrs O silencia por aqui e tao grande que os vizinhos estao reclamando do barulho dos sapos (temos um lago no fundo do condominio) hahahahaha Bjusss

Gazzy1978 disse...

Caraca, parece discussão na família da minha mãe (mãe, brincadeira)! EU rindo aqui, contando a história pra minha mãe, e ela com a expressão de "putz, já vi isso antes"... Só que não com vizinhos.

Tudo quanto é veneziano é marrento assim, "Maradona Style"?

Natália T. disse...

HOAIHAOAHOHAOAIHAOIAHOIUE

Eu muito não entendo como que minha família não é italiana.. pq entra mto no esteriótipo..

Cara, isso não é vida! Se é foda aguentar essas coisas da família, imagina dos VIZINHOS, meu deus..

E o bom é q o vizinho-barraqueiro-gritador não se importa de gritar aos 4 ventos de ser corno, né? 'la putana'.. putz!

E COMASSIM o Henry não viu o barraco? COMO? COMO? geeeente!!

Pra fechar tudo, com chave de ouro, o policial bem machones, sem resolver NADA né? parecendo uma mona fofoqueira 'e vc fez isso msmo?' 'nooooffa! isso é verdaaade, amigue?'. Triste..

Renata disse...

Gente to imaginando a cena do vaso caindo na cabeca do cara kkkkkk Gi da proxima vez tenta gravar pra mim ok,bjkssss

By Gisa