quinta-feira, 5 de junho de 2008

Só pra constar...


Eles pensam que a maré vai mas nunca volta
Até agora eles estavam comandando o meu destino
e eu fui, fui, fui, fui recuando, recolhendo fúrias.
Hoje eu sou onda solta e tão forte
quanto eles me imaginam fraca
Quando eles virem invertida a correnteza,
quero saber se eles resistem à surpresa,
quero ver como eles reagem à ressaca.


(Joana, na peça Gota d'água. Escrita por Chico Buarque e Paulo Pontes - uma releitura de Medeia, de Euripedes)

2 comentários:

Zé Ninguém disse...

vamso ser correnteza!e eu nem sei o que é felicidade

Nuno disse...

Olá! Eu também era pequeno quando dava Pantanal, não sei quantos anos tinha ao certo, mas via sempre essa novela, apesar de dar muito tarde na televisão! Acho que aqui começava entre as 23.30 h e a meia noite. Ás vezes via a novela, com o meu Avô...era muito boa essa novela! Até se ouvia o som da natureza na novela, o cantar dos grilos, dos pássaros. Beijos e um bom dia para ti!

By Gisa